sábado, 15 de setembro de 2012

As portas...

Ana Lúcia Hennemann/set-2012

Já pararam pra pensar quantas portas temos que abrir e fechar em nossa vida???

   Ao reorganizar materiais nos deparamos com lembranças guardadas, adormecidas pelo tempo, pois foi assim que abri o caderno e dei de cara com a imagem da porta... E, junto com ela, veio a presença daquela adorável aula onde  cada um teve que escolher a imagem de uma porta, nela registrar suas metas, objetivos...fazer avaliações periódicas. E o mais interessante de tudo é que a porta não ficou conosco, ficou com um colega que poderia nos ajudar nesta caminhada.
    Dois anos se passaram, e a porta de minha colega ainda está comigo, li a meta escrita por ela e percebi que aquela travessia talvez ainda não tivesse sido feita. Mas e a minha? Lembro o que escrevi, sei que já ultrapassei várias portas, mas também sei que guardei a chave justamente daquela porta.
    - Medo! Não, não sou uma pessoa medrosa, longe disso!
  - Receio! Talvez... Tem horas em que é melhor apenas espiar pela fechadura, o problema é que hoje em dia as fechaduras são muito estreitas...
   Não sei bem ao certo o motivo que me fez guardar justamente a chave desta porta, mas sei que nesses dois anos abri muitas portas. Algumas deram passagem para lugares desconhecidos, novas amizades, novas maneiras de perceber o mundo. Outras são portos seguros, família, amigos, o lar...
   Mas as portas entreabertas foram as mais difíceis para passar... A gente somente quer  dar uma espiada, mas algo ou alguém te empurra para dentro.   O local nem sempre é escuro, mas tem labirinto, exige agilidade, persistência, pausa para meditação. Em alguns momentos a emoção foi maior que a razão, em outros a recíproca foi verdadeira, mas tudo isso faz parte da formação de nossa resiliência, do nosso modo de ser e estar no mundo.
   Contudo, muitas portas irão abrir e fechar em nossas vidas, nem sempre estaremos preparados para elas, nem sempre haverá o amigo que irá te ajudar a fazer a passagem, mas teus valores e tuas atitudes irão te acompanhar em todas as passagens.
   A escolha de virar ou não a maçaneta de determinada porta, isso depende somente de ti e ainda assim, mesmo que faça a opção de não abrir, fique longe das portas entreabertas, pois com certeza, num piscar de olhos você já estará lá dentro...

Nenhum comentário:

Postar um comentário